Em razão da pandemia, a maioria das cidades planeja atividades online; outras, fazem ações solidárias

Em meio à pandemia da covid-19, que já fez milhares de vítimas no Brasil, a 26ª edição do Grito dos Excluídos traz como tema a frase “Vida em Primeiro Lugar”. A manifestação, que tradicionalmente acontece no dia 7 de setembro, traz este ano o lema: “Basta de miséria, preconceito e repressão! Queremos trabalho, terra, teto e participação!”. As manifestações são fruto da mobilização popular e são realizadas em cidades do país.

Para o militante indígena e professor, Alessandro Tuxi, que integra o Grito dos Excluídos em Petrolina (PE), a mobilização deste ano vem com mais fervor. “Falar da importância do Grito dos Excluídos deste ano é dizer que o grito vem com mais fervor do que os outros anos, pela época de pandemia que estamos vivendo e pelo governo genocida que estamos vivendo”, defende.

Devido à pandemia do coronavírus, a maior parte das cidades do Nordeste realizará atividades online. É o caso da região Nordeste 2, que contempla os estados de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte, onde já aconteceram atividades do chamado Pré-grito e uma programação virtual está sendo planejada para o feriado.

O Bispo de Caicó (RN), Dom Mauro, convida os fiéis e a população a participarem das ações online através das redes sociais. “Muitas coisas bonitas irão acontecer, contaremos com a presença do nosso querido cantor Zé Vicente. Você pode participar através do Facebook, YouTube e Instagram da Pastoral Social do Nordeste 2”, finaliza.

Além das atividades online, algumas cidades prepararam ações in loco. Em João Pessoa, capital paraibana, vários atos de solidariedade irão acontecer ao longo do dia 7 de setembro, nas comunidades de Timbó, Mangabeira, Aratu, Thiago Nery, Costa Sol e Sonho Verde. Serão doadas cestas básicas e será feita a distribuição de materiais de higiene.

Em Pernambuco, haverá ato de rua no Recife. A concentração está prevista para as 9h do dia 7 de setembro, no Parque Treze de Maio. É obrigatória a prevenção com uso de máscara, álcool em gel e a manutenção do distanciamento entre os manifestantes. Ainda em virtude da pandemia, o percurso do ato será mais curto que o habitual.

No Ceará, também haverá ato de rua. Até o momento, estão confirmadas mobilizações virtuais em oito regiões do estado.

Confira reportagem em vídeo:

Fonte: BdF Pernambuco

Edição: Monyse Ravena

 

 

Fonte: https://www.brasildefato.com.br/2020/09/04/nordeste-se-articula-para-promover-o-26-grito-dos-excluidos