Desde o início da pandemia de covid-19, a Fundação Nacional do Índio (Funai) já investiu mais de R$ 45 milhões em ações de prevenção junto à população indígena. Parte do recurso corresponde à aquisição e logística de distribuição de 425 mil cestas básicas em aldeias de todo o país. A medida é fundamental para garantir a segurança alimentar das comunidades durante a pandemia, além de contribuir para que os indígenas permaneçam nas aldeias, minimizando, assim, as chances de contágio.

Ainda no mês de março, a fundação já havia suspendido as autorizações para ingresso em Terras Indígenas e, atualmente, dá suporte a 313 barreiras sanitárias para impedir a entrada de não indígenas nas aldeias. O órgão participa também da Operação Verde Brasil 2, deflagrada pelo governo federal para executar ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais na Amazônia Legal.

No âmbito da proteção da territorial, desde o início da pandemia já foram realizadas 306 ações em 221 Terras Indígenas para coibir ilícitos, como extração ilegal de madeira, atividade de garimpo e caça e pesca predatórias, a um custo de R$ 11,8 milhões, realizadas em parceria com outros órgãos, como o Exército, a Polícia Federal e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Central de Atendimento

Os indígenas contam ainda com uma Central de Atendimento específica para solicitações relacionadas ao combate à covid-19 para que as demandas cheguem mais rápido aos órgãos competentes. As informações podem ser encaminhadas para os telefones (61) 99622-7067 e (61) 99862-3573, por meio de mensagem de texto e aplicativo WhatsApp, ou ainda pelo e-mail covid@funai.gov.br.

Geração de renda
O investimento da Funai também inclui o apoio a iniciativas voltadas para o etnodesenvolvimento nas aldeias. A fundação destinou cerca de R$ 12 milhões a ações como a compra de maquinário agrícola, ferramentas, sementes, insumos e material de pesca. O objetivo é contribuir para que os indígenas mantenham a produção, além de colaborar para que, no período pós-pandemia, as comunidades indígenas invistam em processos de geração de renda, sempre respeitando a autonomia e a vontade de cada etnia.

Funai no combate à covid-19

• R$ 45 milhões investidos em ações preventivas

• 425 mil cestas básicas entregues a indígenas (recursos próprios, doações e itens adquiridos com recursos do MMFDH)

• 69,7 mil kits de higiene e limpeza distribuídos a indígenas de todo o país

• R$ 12 milhões investidos em etnodesenvolvimento

• Central de Atendimento da Funai à Covid-19

• suspensão das autorizações para ingresso em Terras Indígenas

• R$ 11,8 milhões destinados a ações de proteção territorial

• suporte a 313 barreiras sanitárias

• 306 ações de fiscalização em 221 Terras Indígenas

• 200 mil itens de EPIs enviados às unidades descentralizadas

 

Assessoria de Comunicação / Funai

 Categoria

Saúde e Vigilância Sanitária

 

 

Fonte: https://www.gov.br/funai/pt-br/assuntos/noticias/2021/investimento-da-funai-em-acoes-preventivas-a-covid-19-alcanca-r-45-milhoes