A Fundação Nacional do Índio (Funai) vem atuando no suporte a famílias indígenas para acesso ao Auxílio Emergencial, implementado pelo governo federal para garantir aos brasileiros uma renda mínima durante o período da pandemia.

As unidades descentralizadas da Funai espalhadas pelo país orientam sobre a obtenção e o saque do benefício, e ainda prestam apoio ao deslocamento dos indígenas até as instituições bancárias, quando necessário, observando sempre os protocolos de segurança sanitária para enfrentamento e prevenção à covid-19.

“Levando em consideração as demandas apresentadas pelas comunidades indígenas, a Funai tem dialogado com o Ministério da Cidadania, no intuito de ampliar o prazo de validade para saque de benefícios sociais. Chamamos a atenção também para a necessidade de alternativas para o cadastramento no programa Auxílio Emergencial, considerando indígenas que não possuem acesso à telefonia celular”, destaca a coordenadora-geral de Promoção dos Direitos Sociais da Funai, Iracema Alencar.

Segundo o Ministério da Cidadania, mais de 220 mil indígenas já receberam o Auxílio Emergencial pago pelo Governo Federal durante a pandemia. Os números se referem a indígenas inscritos no Bolsa Família e no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Em 2020, o Governo Federal investiu R$ 295 bilhões no pagamento do Auxílio Emergencial e sua Extensão. O benefício chegou diretamente a 68 milhões de pessoas.

“A concessão do Auxílio Emergencial se soma às diversas ações adotadas pelo governo federal para minimizar os efeitos da pandemia junto aos povos indígenas, como a entrega de alimentos às comunidades e a instalação de barreiras sanitárias para impedir a entrada de não indígenas nas aldeias”, ressalta Iracema.

No combate à covid-19, a Funai tem promovido a articulação intersetorial e interinstitucional para a promoção e de proteção dos direitos sociais das populações indígenas durante a pandemia. Além das medidas de proteção social, a fundação desenvolve ações nas áreas de monitoramento da saúde indígena, fiscalização territorial e etnodsenvolvimento, de acordo com as especificidades de cada povo.

Principais ações da Funai no combate ao coronavírus:

• R$ 46 milhões investidos em ações preventivas
• Cerca de 600 mil cestas básicas entregues a indígenas (recursos próprios, doações e itens adquiridos com recursos do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e do Ministério da Cidadania)
• 170 mil kits de higiene e limpeza distribuídos a indígenas de todo o país
• R$ 18 milhões investidos em etnodesenvolvimento
• Central de Atendimento da Funai à Covid-19
• Suspensão das autorizações para ingresso em Terras Indígenas
• R$ 12 milhões destinados a ações de proteção territorial
• Suporte a 300 barreiras sanitárias
• 306 ações de fiscalização em 221 Terras Indígenas
• 200 mil itens de EPIs enviados às unidades descentralizadas

Assessoria de Comunicação/Funai

Assistência Social

 

 

 

Fonte: https://www.gov.br/funai/pt-br/assuntos/noticias/2021/funai-da-suporte-a-indigenas-para-acesso-ao-auxilio-emergencial

Thank you for your upload