O Manifesto assinado por organizações indígenas e indigenistas foi publicado na segunda-feira, 19

POR ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO CIMI

Povos indígenas, organizações indígenas e indigenistas do Amazonas divulgaram nesta segunda-feira, 19 de abril, um Manifesto em apoio às mobilizações indígenas em todo Brasil. Sejam elas realizadas nos territórios, virtualmente ou em Brasília. “Os povos indígenas do Amazonas somam-se a todos os povos indígenas do Brasil nesse mês de lutas e mobilizações intensificadas, na luta intransigente e permanente por seus direitos coletivos”, destaca o documento.

Nos dias 19 e 20 de abril lideranças indígenas, de pelos menos doze povos, se deslocaram à capital federal em defesa de seus territórios e direitos constitucionais. Também para denunciar as constantes tentativas do governo federal de legalizar a mineração em terras indígenas e contra o Projeto de Lei (PL) 191/2020, apresentado ao Congresso pelo governo de Jair Bolsonaro.

No Manifesto denunciam ainda ser “contra qualquer forma de exploração mineral em terras indígenas, que não seja resultado de ampla, legítima e qualificada consulta de todos os povos indígenas”. Também repudiam todas as formas de retrocessos que estão sendo implementadas, em especial a prática de divisionismo do movimento indígena e cooptação e manipulação de lideranças indígena.

Confira o Manifesto:

EM DEFESA DOS DIREITOS INDÍGENAS

Manifesto em Apoio às Mobilizações Indígenas 19 de abril de 2021

Nós, povos indígenas, organizações indígenas e indigenistas do Amazonas, manifestamos nosso irrestrito apoio às lideranças e povos indígenas de todo Brasil que estão hoje, 19 de abril de 2021, em Brasília, e outros, mobilizados virtualmente, manifestando livremente suas indignações, reprovações e contrariedade com todas as iniciativas do governo brasileiro, por meio dos poderes executivo e legislativo, que tentam destruir, suprimir e negar nossos direitos coletivos, tão arduamente conquistados na Constituição Federal de 1988.

Somos contra qualquer forma de exploração mineral em terras indígenas, que não seja resultado de ampla, legítima e qualificada consulta de todos os povos indígenas.

Repudiamos a todas as formas de retrocessos que estão sendo implementadas pelos atuais gestores dos órgãos indigenistas, notadamente, FUNAI, SESAI e DISEI’s, assim como os órgãos federal, estaduais e municipais de execução das políticas de Educação Escolar Indígena, resultante do discurso e das políticas anti-indígenas do governo federal.

Repudiamos a prática de divisionismo do movimento indígena e cooptação e manipulação de lideranças indígena que estão sendo patrocinados covardemente pelos governos, por meio de cargos, financiamentos e apadrinhamentos políticos.

Os povos indígenas do Amazonas somam-se a todos os povos indígenas do Brasil nesse mês de lutas e mobilizações intensificadas, na luta intransigente e permanente por seus direitos coletivos. Os GENOCIDAS e ANTI-INDÍGENAS não vencerão!

 

Assinam:

Fórum de Educação e Saúde Indígena do Amazonas – FOREEIA

Associação das Mulheres Indígenas do Alto Rio Negro – AMARN

Associação das Comunidades Indígenas Caixanas do Amazonas – AICA

Aldeia Kambeba Tururu-Kariuka

Organização dos Professores Indígenas de Novo Airão – OPINA

Federação Indígena do Povo Kukami-Kukamiria do Brasil, Peru e Colômbia – TWRK

Povo Piratapuia / Sidineia

Gerência de Educação Escolar Indígena – SEDUC/AM

Conselho Indigenista Missionário – CIMI NORTE I

Serviço de Cooperação Yanomami – SECOYA

Associação dos Docentes da Universidade Federal do Amazonas – ADUA

Mandato do Deputado Zé Ricardo

 

 

 

Fonte: https://cimi.org.br/2021/04/em-defesa-dos-direitos-indigenas-organizacoes-do-amazonas-divulgam-manifesto-em-apoio-as-mobilizacoes/

Thank you for your upload