A Coordenação Regional (CR) Interior Sul, unidade descentralizada da Fundação Nacional do Índio (Funai) em Chapecó (SC), apresentou a lideranças indígenas do Oeste Catarinense um balanço de ações realizadas pela unidade. Em reunião realizada no último dia 2, a coordenadora da CR Interior Sul, Azelene Inácio, recebeu 11 caciques das etnias Guarani e Kaingang para apresentar a eles as ações e iniciativas da Funai que beneficiaram aproximadamente 12 mil indígenas da região.

Durante a reunião, os líderes indígenas receberam a prestação de contas da CR Interior Sul de agosto de 2019 a dezembro de 2020. Nesse período, para garantir a segurança alimentar das aldeias no contexto da pandemia de covid-19, a unidade entregou 18.560 cestas básicas a diferentes comunidades, por meio da parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, o Ministério da Cidadania e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A unidade distribuiu também 4 mil cestas de alimentos adquiridas com recursos próprios, num investimento de aproximadamente R$ 586,4 mil. Além disso, providenciou a logística de entrega de 650 cestas básicas, artigos de vestuário e móveis provenientes de doações. Para reforçar a segurança alimentar das famílias indígenas, a CR Interior Sul distribuiu, ainda, cerca de 24 mil litros de leite e 2 mil unidades de leite longa vida a famílias indígenas.

Ainda nas ações de enfrentamento à covid-19, a CR Interior Sul investiu R$ 54,2 mil de para aquisição de 2 mil kits de higiene e R$ 32 mil para a compra de 10 mil máscaras de proteção. Também como medida de proteção, foram adquiridos 217 kits moradia que constituem casas de madeira pré-fabricadas montadas nas comunidades indígenas, a um investimento de cerca de R$ 1,3 milhão.

As Terras Indígenas jurisdicionadas à CR Interior Sul foram beneficiadas também com R$ 96,7 mil para a compra de material de construção e R$ 14,7 mil para a aquisição de material de proteção (lonas). Durante os meses de inverno, a unidade da Funai em Chapecó destinou R$ 43,4 mil para a aquisição de colchões, cobertores, lençóis e travesseiros entregues às famílias indígenas.

Azelene relata que a reunião não gerou custos, pois os líderes indígenas se deslocaram das aldeias até Chapecó por conta própria. “É importante que os caciques saibam como e onde é aplicado o recurso público destinado às suas comunidades”, afirma. “Foi gratificante ver as lideranças indígenas se sentirem parte de um processo, o que valoriza seu papel de líderes. Isso também mostrou a responsabilidade e a seriedade da Coordenação Regional na aplicação de recursos. A prestação de contas é uma prática necessária e deve ser constante”, finaliza Azelene Inácio.

Assessoria de Comunicação / Funai

com informações da Coordenação Regional Interior Sul

Comunicações e Transparência Pública

 

 

Fonte: https://www.gov.br/funai/pt-br/assuntos/noticias/2021/unidade-da-funai-em-chapeco-apresenta-balanco-de-acoes-do-orgao-para-liderancas-indigenas-de-sc