Obra ampliará atendimento à comunidade Yanomami

O ministro da Defesa, José Múcio, afirmou nesta quinta-feira (9) que a pista de pouso localizada na região de Surucucu, em Roraima, deve ficar pronta em 15 dias. A pista permitirá o acesso a aeronaves de maior porte, o que ampliará o atendimento à comunidade Yanomami.

“A pista de Surucucu deve ficar pronta nas próximas duas semanas e com isso vai ficar mais simples não apenas levar os índios que estão bons, como levar para Boa Vista aqueles que estão precisando de assistência. Como também levar cestas básicas, que estamos levando de pouco e de lá fazer o transbordo para as aldeias”, afirmou o ministro, em entrevista à Agência Brasil.

Segundo o ministro, entre os desafios do governo federal está a elaboração de medidas com outros entes da Federação para evitar que as atividades de garimpo ilegal voltem a acontecer após a operação.

“Várias vezes foram feitas operações como essas e não tiveram sequência. Eu acho essa tarefa mais difícil, porque tem que envolver governo estadual, políticos e sociedade para ver o que vai se fazer com isso. [Primeiro precisa] tirar todo garimpo ilegal para que isso não volte a acontecer”

Segundo a FAB, já foram transportados 4.090 cestas básicas e mais de 78 toneladas de mantimentos e remédios. Além disso, com a montagem do Hospital de Campanha, já ultrapassou mil atendimentos nas especialidades de clínica médica, pediatria, patologia, ortopedia, ginecologia, odontologia, cirurgia geral e cardiologia. Ao todo, 33 profissionais de saúde atuam no hospital.

Conectividade

De acordo com o ministro das Comunicações, Juscelino Filho, foram instaladas 17 antenas móveis de conexão banda larga via satélite no Território Indígena Yanomami, em Roraima. Esses equipamentos serão usados para apoiar o atendimento médico à população no Território Yanomami.

“A nossa ação foi fazer a ligação de um ponto de internet do polo base de Sururucu, que já está em funcionamento. Fizemos todos os testes lá e [essa estrutura] vai dar todo o suporte junto à Força Aérea e às equipes humanitárias, de saúde, que estão dando suporte àquela população Yanomami. Essa ação vai se estender por todos os polos base do Território Yanomami, são 37 unidades que estaremos levando estrutura de comunicação”, explicou o ministro.

Segundo Juscelino Filho, serão realizados estudos para avaliar a possibilidade de estender a medida a outras comunidades indígenas na região amazônica.

Por: Heloisa Cristaldo
Fonte: Agência Brasil – EBC
Edição: Fábio Massalli

Fonte: https://amazonia.org.br/2023/02/pista-de-pouso-na-regiao-de-surucucu-rr-deve-ser-entregue-em-15-dias/

Thank you for your upload