Com intuito de debater sobre a atuação do movimento indígena de Roraima e outras situações que dizem respeito aos povos indígenas, comunidades estiveram reunidas em assembleias regionais. O mês de fevereiro e março foi marcado por reuniões com lideranças, homens, mulheres, jovens e crianças.

Ao todo, cinco regiões realizaram assembleias no mês de fevereiro e no começo de março: Murupú, Serra da Lua, Tabaio, Amajarí e Raposa.

Os encontros regionais antecedem a Assembleia Geral dos Povos Indígenas e sempre ocorrem anualmente, podendo ser mais de uma vez por ano. Como por exemplo, as extraordinárias. São nesses encontros que lideranças discutem a deliberação de propostas voltadas à educação, saúde, território, segurança e cultura.

A região Murupú realizou de 23 a 26 de fevereiro, a assembleia regional, na comunidade indígena Truarú da Cabeceira e reuniu cerca de 200 pessoas entre homens, mulheres, jovens e crianças.  O encontro teve como principal objetivo, discutir o andamento de questões Territoriais, Marco Temporal, saúde indígena, política partidária entre outras.

Já de 25 a 27 de fevereiro, a região Raposa também realizou sua Assembleia Regional no qual um dos principais assuntos foi a Assembleia Geral que será no Centro Regional Lago Caracaranã.

Foi realizado de 28 de fevereiro a 4 de março no auditório do centro regional das lideranças indígena Salomão Batista Marques, localizado na comunidade indígena Araçá, TI Araçá, etno região Amajarí, município de Amajarí, a XXXII Assembleia Regional, com o tema: “Análise de conjuntura política e os direitos indígenas.

O encontro reuniu em torno de 200 lideranças, incluindo crianças, jovens, mulheres, homens e outros, dos povos Macuxi, Wapichana, Sapará e Taurepang. Foram discutidos temas de grande relevância, tais como: Educação, saúde, território, cenário atual, planejamento e deliberação. Também teve a presença da Deputada Federal, Joenia Wapichana, coordenação executiva do CIR e demais convidados.

No dia 2 de março foi realizado da Assembleia Extraordinária da região Tabaio, na Terra Indígena Pium. Foram debatidos assuntos sobre política partidária, projetos, participação na Assembleia Estadual dos Tuxauas, GPVTI, saúde indígena e escolha do novo centro regional (Malocão), mulheres, escolha da nova coordenação regional da Juventude e Brigadistas.

Já do dia 2 a 4 de março, ocorreu a Assembleia Extraordinária Regional da Serra da Lua. Com o tema: Unidos fortalecendo a cultura e organização social. O encontro foi na comunidade indígena Malacacheta, região Serra da Lua, no município do Cantá.

Foram passadas informações e as articulações sobre a região, entre outras pautas de interesse dos participantes. Além de debater sobre a 51ª Assembleia Geral dos Povos Indígenas de Roraima e o planejamento regional dos tuxauas.

Assembleia Região Serra da Lua

Região Tabaio

Região Amajarí

Fonte: https://cir.org.br/site/2022/03/10/comunidades-indigenas-realizam-assembleias-regionais/

Thank you for your upload