A unidade descentralizada da Fundação Nacional do Índio (Funai) com sede em Campo Grande (MS) entregou 2.249 cestas básicas de 22 quilos para seis etnias do estado do Mato Grosso do Sul, totalizando 49,4 toneladas de alimentos distribuídas. A distribuição beneficiou 1.485 famílias das etnias Atikum, Guató, Kadiwéu, Kinikinau, Ofaié e Terena.

Realizadas entre os dias 9 e 23 de março, as ações de distribuição mobilizaram as equipes da Coordenação Regional (CR) Campo Grande e das Coordenações Técnicas Locais (CTLs) da Funai nos municípios sul-mato-grossenses de Aquidauana, Bonito, Brasilândia e Corumbá. Esta etapa de entrega de alimentos recebeu o apoio do Comando Militar do Oeste (CMO) em todos os dias da distribuição. As cestas básicas foram adquiridas com recursos do Ministério da Cidadania.

Conforme afirma a coordenadora da CR Campo Grande, Tatiana Marques, a continuidade das ações de distribuição de alimentos tem sido fundamental para as comunidades indígenas nesses meses de pós-pandemia. “A rotina das aldeias está voltando ao normal. Com praticamente todas as famílias vacinadas, as comunidades estão mais seguras. Mas devemos lembrar que a garantia da segurança alimentar e nutricional é extremamente importante no contexto de retomada da normalidade nas aldeias”, salienta Tatiana Marques.

Ação da Funai

Nesta etapa, a CTL Aquidauana distribuiu 608 cestas a famílias das etnias Atikum, Kinikinau e Terena no dia 9 de março, totalizando 13,3 toneladas de alimentos. A previsão da CR Campo Grande é de que mais 3 mil cestas sejam entregues a 608 famílias na próxima distribuição em abril e maio. As aldeias do município de Nioaque (MS) receberam as cestas por meio da CTL Aquidauana, com o suporte da Prefeitura local no atendimento às comunidades de Água Branca, Brejão, Cabeceira, Paraíso dos Guerreiros e Taboquinha.

Com apoio da CTL de Bonito, a ação do dia 15 de março distribuiu 467 cestas para famílias da etnia Kadiwéu, totalizando 10,2 toneladas de alimentos. A Prefeitura de Bonito (MS) apoiou a ação realizada nas aldeias de Barro Preto, São João e Tomázia. Até maio outras 2,3 mil cestas deverão ser entregues a essas comunidades.

No dia 17 de março, a CTL de Bonito continuou a ação ao entregar 219 cestas a famílias das etnias Kadiwéu, Kinikinau e Terena, totalizando 4,8 toneladas de alimentos. A Secretaria de Assistência Social de Bodoquena (MS) prestou o suporte para a distribuição que alcançou as aldeias Alves de Barros, Campina e Córrego do Ouro. Até maio outras 1 mil cestas deverão ser entregues para as famílias das três etnias.

Por meio da CTL de Brasilândia, a Funai entregou 290 cestas básicas para 58 famílias da etnia Ofaié no dia 22 de março, totalizando 6,3 toneladas. Cada família recebeu cinco cestas na ação que contou com o apoio da Secretaria de Assistência Social do município. Já a CTL de Corumbá entregou 665 cestas para 133 famílias da etnia Guató no dia 23 de março, totalizando 14,6 toneladas. Cada família recebeu cinco cestas básicas. A ação contou com o apoio da Secretaria de Assistência Social de Corumbá para atender indígenas da aldeia Uberaba e da área urbana do município sul-mato-grossense.

“Agradeço a todos os servidores que trabalharam incansavelmente para que a missão fosse concluída”: Selma Jatobá e Ruth Gomes, do Serviço de Promoção dos Direitos Sociais e Cidadania (Sedisc); Jacksom Pertinari, Tertuliano da Silva e Wanderley Galeano do Serviço de Apoio Administrativo (Sead); Juliana Crisóstomo, do Serviço de Planejamento e Orçamento (Seplan), e demais servidores da CR e das CTLs”, conclui Tatiana.

Assessoria de Comunicação / FunaiCategoriaAssistência SocialTags: Segurança AlimentarCestas BásicasAlimentação

Fonte: https://www.gov.br/funai/pt-br/assuntos/noticias/2022/unidade-da-funai-em-campo-grande-distribui-49-4-toneladas-de-alimentos-para-seis-etnias-do-ms

Thank you for your upload