A senadora Nilda Gondim (MDB-PB) denunciou, em pronunciamento nesta terça-feira (19), que o Dia dos Povos Indígenas é marcado pelos ataques do garimpo, incentivado, na sua opinião, por uma política “genocida”. Para a parlamentar, a realidade vivida hoje pelos cerca de 900 mil indígenas das 305 etnias do Brasil é “absurdamente cruel”, com invasões violentas, paralisação das demarcações, contaminação de suas terras e águas pelo mercúrio dos garimpeiros e abandono na agonia da pandemia. 

— São crimes que chegaram ao Tribunal de Haia e precisam chegar também aos corações da pluralidade dos brasileiros, para que a gente comece, enfim, a pagar o débito histórico com o indígena, uma conta com cinco séculos de atraso — afirmou. 

Nilda destacou que são os indígenas que estão conseguindo atrasar o relógio do “apocalipse biológico”. E disse que enquanto os brasileiros ditos “civilizados” destruíram mais de 69 milhões de hectares nos últimos 30 anos, as terras indígenas foram as mais preservadas.

Acrescentou que imagens de satélite e inteligência artificial, operadas pela organização MapBiomas, mostram que, entre 1985 e 2020, apenas 1,6 % dos territórios demarcados sofreram danos ambientais. Para ela, isso significa, em larga medida, que garantir a integridade das terras indígenas é garantir a nossa própria integridade.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Saiba mais

Fonte: Agência Senado

Fonte: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2022/04/19/nilda-gondim-denuncia-que-dia-dos-povos-indigenas-e-marcado-pelos-ataques-do-garimpo

Thank you for your upload