Uma equipe da Coordenação-Geral de Promoção ao Etnodesenvolvimento (CGETNO) da Fundação Nacional do Índio (Funai) realizou visitas a três Coordenações Regionais (CRs) do órgão: Alto Purus, em Rio Branco (AC); Juruá, em Cruzeiro do Sul (AC) e CR Manaus, localizada na capital amazonense. O objetivo foi promover reuniões de alinhamento metodológico com os servidores das unidades, a fim de reforçar o compromisso da Funai no fomento do etnodesenvolvimento nas aldeias.

Os encontros ocorreram entre os dias 04 e 08 de abril. O coordenador-geral de Promoção ao Etnodesenvolvimento da Funai, Denis Soares, e a coordenadora de Geração de Renda, Elaine Oliveira, apresentaram às equipes o modelo metodológico de incentivo ao etnodesenvolvimento que está sendo implementado, de forma que atinja um número cada vez maior de indígenas, sempre respeitando sua vontade. Na ocasião, as equipes das respectivas coordenações puderam compartilhar as necessidades e possibilidades locais para o avanço dos projetos.

Para Soares, a jornada foi concluída com êxito na Região Norte do país. “Tivemos a oportunidade de nos aproximarmos das Coordenações Regionais, que são a ponta da linha na gestão da política indigenista no país, principalmente levando o apoio da Funai e propondo contribuir na solução das demandas locais”, destaca o coordenador da CGETNO.

Os gestores também visitaram as Terras Indígenas Katukina e Puyanawa, onde os caciques Petrônio e Joel Puyanawa, respectivamente, apresentaram as lideranças da comunidade, além de aspectos da cultura e da tradição local, bem como os projetos em desenvolvimento na região e os que ainda pretendem implementar.

CRs na Região Norte do país

A Coordenação Regional Alto Purus está localizada no município de Rio Branco (AC) e atua junto a indígenas das etnias Apurinã, Jamamadi, Kaxarari, Manchineri, Jaminawa, Madija (Kulina) e Huni Kuin (Kaxinawá). Criada em 2009/2010, a unidade é responsável por coordenar e monitorar a implementação de ações de proteção e promoção dos direitos de comunidades na região que compõem as bacias do Rio Acre e Purus, onde vivem cerca de 10 mil indígenas.

A Coordenação Regional do Juruá, criada em 2012, está localizada no município de Cruzeiro do Sul (AC) e atua junto a comunidades indígenas das etnias Kaxinawá, Kuntanawa, Ashaninka, Kulina (Madijá), Shanenawa, Nawa, Nukini, Puyanawa, Jaminawa, Jaminawa-Arara, Arara (Shawãdawa) e Katukina. Essas populações habitam a região do vale do Juruá, onde vivem aproximadamente 20 mil indígenas.

Já a Coordenação Regional Manaus, Criada em 1986 e, posteriormente, reestruturada em 2009, está localizada na cidade de Manaus (AM) e atua junto a indígenas das etnias Apurinã, Arapasso, Baré, Baniwa, Coripaco, Cambeba (Omágua), Cubeu, Dessana, Deni, Sateré-Mawé, Hexkaryana, Kaxwyana, Tikuna, Torá, Kaixana, Juma, Miranha, Mura, Mundurucu, Tunayana, Tikuna, Tariano, Tuyuca, Tatuyo (descidos da Colômbia), Warekana, Wai-Wai, Wimiri-Atroari, Uanano, entre outros. Sua área de jurisdição abrange a região Central do estado do Amazonas e a região sudoeste do estado do Pará, onde vivem cerca de 45 mil indígenas.

Assessoria de Comunicação/FunaiCategoriaJustiça e SegurançaTags: EtnodesenvolvimentoIncentivoKatukinaPuyanawaAlinhamento

Fonte: https://www.gov.br/funai/pt-br/assuntos/noticias/2022/em-visita-a-unidades-do-acre-e-amazonas-funai-reforca-compromisso-com-o-etnodesenvolvimento

Thank you for your upload