A Fundação Nacional do Índio (Funai) distribuiu 21,9 mil cestas básicas de 22 quilos para famílias indígenas dos estados de Alagoas e Pernambuco, totalizando 481,9 toneladas de alimentos. Até o final do mês de junho deverão ser entregues 49,5 mil cestas em comunidades indígenas de ambos os estados, o que vai resultar em aproximadamente 1 mil toneladas de alimentos distribuídas a 12,5 mil famílias indígenas.

Iniciada no dia 23 de maio, a distribuição de cestas da unidade da Funai em Maceió (AL) beneficiou 25 etnias: Aconã, Jeripankó, Kalankó, Kambiwá, Karuazu, Karapotó Plaki-ô, Karapotó Terra Nova, Kariri Xocó, Katokin, Koiupanká, Pankará Asa Branca de Floresta, Pankará Brígida, Pankará Serra Arapuá, Pankará Serrote dos Campos, Pipipã, Tuxá Campos, Tuxá Inajá, Tuxá Pajeú, Wassu Cocal, Xocó, Xucuru Cimbres, Xucuru Kariri, Xucuru Ororubá, e os indígenas migrantes Warao que vivem em Alagoas e Pernambuco.

Para realizar a ação de distribuição dos alimentos, a Funai mobilizou servidores da Coordenação Regional Nordeste I e de oito Coordenações Técnicas Locais (CTLs) com sede nos municípios de Delmiro Gouveia (AL), Joaquim Gomes (AL), Palmeira dos Índios (AL), Porto Real do Colégio (AL), Arcoverde (PE), Floresta (PE), Ibimirim (PE), e Recife (PE). As cestas foram adquiridas com recursos do Ministério da Cidadania.

O coordenador regional da fundação, Márcio José Donato, ressalta a parceria entre os órgãos governamentais e a participação das lideranças indígenas. “Todo esse esforço institucional e comunitário tem o objetivo de alcançar o maior número de famílias em um menor tempo possível, mesmo com o desafio de realizar a entrega de alimentos em condições anormais em razão das consequências da chuva nas áreas rurais”, afirma Donato.

Conforme disse o chefe do Serviço de Promoção dos Direitos Sociais e Cidadania (Sedisc/CR Nordeste I), Richard Campos, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apoiou a entrega das cestas por meio de uma transportadora terceirizada para distribuí-las nas comunidades indígenas do interior do estado de Alagoas. No interior de Pernambuco, a Conab utilizou frota própria. “Em Maceió, a Funai contou com o apoio da Secretaria de Assistência Social da capital alagoana. Já na Grande Recife, a equipe da Coordenação Regional fez a entrega para os indígenas Warao”, relata.

“Devido às fortes chuvas que caem no estado de Alagoas, a dinâmica de entrega foi prejudicada. Os Chefes das CTLs estão com dificuldades de acessar as aldeias para realizar a distribuição dentro do tempo programado. Porém, mesmo com esses empecilhos, os trabalhos seguem no ritmo possível, a fim de fortalecer a segurança alimentar nas comunidades indígena no contexto da pandemia de covid-19”, conclui Campos.



Atuação da Funai

Do total de cestas entregues, as aldeias de Pernambuco receberam 14.176 cestas básicas. Somente no estado de Alagoas, a Coordenação Regional Nordeste I concluiu quatro etapas de distribuição entre os dias 23 de maio e 03 de junho, com a entrega de 7.732 cestas. Receberam os alimentos comunidades indígenas dos municípios alagoanos de:

– Palmeira dos Índios: 2.200 cestas para famílias da etnia Xucuru Kariri;
– Porto Real do Colégio: 1.570 cestas para famílias indígenas da etnia Kariri Xocó;
– Joaquim Gomes: 1.400 cestas para famílias da etnia Wassu Cocal;
– São Sebastião: 800 cestas para famílias da etnia Karapotó Terra Nova e 302 cestas para famílias da etnia Karapotó Plaki-ô;
– Feira Grande: 344 cestas para famílias da etnia Tingui Botó;
– Traipú: 116 cestas para famílias da etnia Aconã.

Assessoria de Comunicação / FunaiCategoriaAssistência SocialTags: Cestas BásicasAlimentaçãoReforço AlimentarCuidado Esforço InstitucionalEntrega de Alimentos

Fonte: https://www.gov.br/funai/pt-br/assuntos/noticias/2022/funai-distribui-481-toneladas-de-alimentos-para-familias-indigenas-no-nordeste

Thank you for your upload