Termina nesta terça-feira, 12 de março, a visita oficial que a presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) fez a diocese de Roraima (RR) e à divisa com a Venezuela para conhecer a realidade dos migrantes do país vizinho, o trabalho que a Igreja e o Governo brasileiros estão realizando no estado.

A atual presidência da CNBB é composta pelo arcebispo de Belo Horizonte (MG), dom Walmor Oliveira de Azevedo, presidente da CNBB, o arcebispo de Porto Alegre (RS), dom Jaime Spengler, primeiro vice-presidente, o bispo de Roraima (RR), dom Mário Antônio da Silva, segundo vice-presidente, e o bispo auxiliar do Rio de Janeiro (RJ) dom Joel Portella Amado, secretário-geral conheceram de perto durante quatro dias a realidade local. O arcebispo ordinário militar do Brasil, dom Fernando José Monteiro Guimarães também integrou a comitiva.

O arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo, em coletiva de imprensa hoje, 12 de março, disse que a avaliação da visita é muito positiva porque permitiu ver de perto o sofrimento e dor e tudo que tem sido feito de bom pela Igreja, segmentos da sociedade, Ministério da Defesa, por meio do Exército Brasileiro. “Esta visita mostrou para nós que diante da dor e do sofrimento, é preciso que nos abramos e compreendamos de fato o problema para dar novas respostas”, disse.

Foto: Celton Ramos/Diocese de Roraima

O bispo auxiliar do Rio de Janeiro e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado ressaltou que a CNBB vai continuar apoiando os projetos que já vem sendo realizados na região e melhorar o que for preciso para que o processo permaneça e se possível se acelere.

“Existem protocolos que seguem a lei da Igreja e os que seguem a lei brasileira. Estes implicam na apresentação de projetos e aqui muitas pessoas me perguntaram: “podemos apresentar projetos?”. Sim, naquilo que for possível haverá ajuda financeira de projetos  dessa região. O que é feito aqui ajuda e serve como modelo para muita coisa em termos de Brasil ”, apontou.

Foto: Celton Ramos/Diocese de Roraima

O bispo de Roraima (RR) e segundo vice-presidente da CNBB, dom Mário Antônio da Silva, foi o anfitrião da visita que além das instituições, estiveram com o bispo de Santa Elena de Uiarén-Venezuela, dom Felipe González González, no município de Caroni, na fronteira da Venezuela. “Ele tem sido nosso parceiro como tem sido em todas as atividades”, destacou.

Durante os quatro dias a comitiva da presidência da CNBB visitou os postos de identificação e triagem de venezuelanos, o Abrigo Rondon 3, a Cáritas e o Serviço Pastoral dos Migrantes, o Projeto Fé e Alegria – serviços dos Jesuítas a Migrantes e Refugiados, o Abrigo Indígena, a Ocupação Espontânea Ka Ubanoko, no Joquei Clube, o Marco das Fronteiras, em Pacaraima, o Alojamento de Trânsito de Pacaraima BV – 8, o Projeto Orinoco, Abrigo Indígena de Pacaraima, o Projeto Canarinhos da Amazônia, o Instituto de Migrações e Direitos Humanos, Mexendo a Panela e o Centro de Migrações e Direitos Humanos.

 

Fonte: https://www.cnbb.org.br/presidencia-da-cnbb-faz-balanco-da-visita-a-roraima-onde-conheceu-de-perto-a-realidade-dos-migrantes-da-regiao/

Thank you for your upload