As cestas foram solicitadas por conta do isolamento social imposto pela política nacional de enfrentamento ao surto de coronavírus no Brasil e no mundo

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou da Funai providências para atendimento das necessidades básicas  das aldeias indígenas do Oeste e Sudoeste paranaense  (entre Guaíra e Barracão). As medidas foram solicitadas por conta do isolamento social imposto pela política nacional de enfrentamento ao surto de coronavírus no Brasil e no mundo.

Na última segunda-feira, 24 de março, a PRDC encaminhou ofício à Funai, solicitando informações quanto à regularidade na entrega das cestas básicas aos indígenas do Oeste e Sudoeste; quais produtos e em que quantidade fazem parte dessa cesta básica; quantas cestas e com qual periodicidade é feita a entrega; de que forma pretendem fazer a entrega durante o surto de coronavírus;  e, especialmente, se há possibilidade de aumento da quantidade de produtos por cesta ou de cesta por família enquanto durar o isolamento social.

De acordo com a procuradora da República em Francisco Beltrão (PR) Indira Bolsoni Pinheiro, com as  restrições de mobilidade impostas pelo avanço da doença covid-19, os indígenas passaram a experimentar uma realidade de maior risco do que aquela que já enfrentavam. “Eles não conseguem trabalhar para fazer frente às suas necessidades básicas, inclusive de alimentação e higiene. Da mesma forma, diante da suspensão das aulas, as crianças que frequentavam a escola e lá podiam se alimentar diariamente, já não contam mais com essa ajuda”, afirma a procuradora.

Ministério Público Federal no Paraná

 

 

Fonte: http://www.mpf.mp.br/pr/sala-de-imprensa/noticias-pr/mpf-pde-a-funai-cestas-basicas-para-indios-do-oeste-e-sudoeste-paranaense

Thank you for your upload